quarta-feira, 25 de julho de 2007

Sexo pode?


Multidão 2, Pedro Charters

Então quer dizer que o cidadão não pode expressar seu descontentamento com os seus governantes em forma de vaia?

Se fossem cidadãos querendo expressar seu apoio em forma de aplausos, poderia?

Assim como a América do Norte nunca conseguiu exinguir o preconcenito de cor e o oriente médio demora nos conflitos religiosos, o Brasil ainda levará décadas (numa previsão otimista) para compreender o que é viver dentro de uma democracia plena.

O nosso Presidente foi eleito legitimamente pela maioria, não há dúvidas. Mas nada impede, numa democracia, que uma parcela desta mesma maioria, arrependida, juntamente com a outra parcela que não votou nele, expressem seu descontentamento.

Ah! mas parece que o problema é que não devemos nos comportar desta forma, na frente de nossos vizinhos!... e também do resto do mundo! "... O que eles vão dizer?" ... " Que somos um povo sem educação?"

Então, vaiar o Presidente não pode, mas chacinar favelado, arrastar crianças, acuar o cidadão em casa devido à violência, pode?

Resta apelar para o desfecho daquela velha piada em que o português, dono de bar, para evitar briga e discussão entre seus fregueses, os proíbe de tocar nos mais delicados assuntos: futebol não podia, religião não podia, política não podia...

Um velho freguês, irritado com tanta proibição, voltou-se para o dono do bar e perguntou: - Olha aqui, português! ... e sexo?... sexo pode?

O português assentiu prontamente, afinal, não haveira nenhum problema em falar de sexo.

Pagando sua conta e saindo do bar com estrépito, o velho freguês ergueu os braços para o português, num gesto característico, disparando: - Ah! Então vá...

5 comentários:

Rossana disse...

Eu não estive lá mas, faço parte do coro que vaiou.
Vaio e vaio mesmo!!

UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

Ana Paula disse...

Eu li em algum lugar que a democracia não é o melhor sistema de governo, mas é o menos injusto..

LÉA MARTINS disse...

Adão
Eu prefiro acreditar que não seja uma fatalidade nossa esta predileção pelo autoritarismo!

Tamara disse...

Perguntas sem respostas?

Será que algum dia existirá o tal que será eleito pela maioria e terá satisfação da maioria?

Sou descrente disso, você sabe.

Lidiane disse...

Aahahahahahahah!
Adorei a piada, Adon.
Mas, sinceramente, odiei a vaia.
Mesmo.
Pior que a vaia, só a OAB com esse "cansei".
Justo quem? A OAB.
Então tá!

Beijim.

Postar um comentário

As opiniões aqui postadas são de responsabilidade de seus autores. O Autor do blog somente se responsabiliza pelo conteúdo publicado e assinado pelo próprio.