domingo, 24 de junho de 2007

Não aconteceu nada de novo, hoje...

Desde a última vez em que a viu
nenhuma novidade se revelara:
fechou as portas,
abriu as janelas,
fingiu assistir
ao tempo que fingidamente, não passara

e por ser tão claro,
indispensável e óbvio
pensou em como não sentir a dor
que extemporaneamente o vazara

apartou-se da pena, recolheu os pedaços,
dos seus próprios traços
silenciou a cor,
calou o grito
e o rufar no peito, solenemente sufocara

Mas o tempo é grande, inexorável e pródigo
e balança ao vento emoldurado
pela janela à beira-mar,
fingindo passar...

Fingindo não notar o seu ato
de retornar à pena, abaixar ao papel
e então rabiscar:
"Não aconteceu nada de novo, hoje..."

Desde a última vez em que a viu,
eis o que lhe resta:
Sorri à janela, zombando do vento
que insiste em perguntar:
Ela vai retornar?

.
.
*imagem: Person at the Window, Dali

17 comentários:

Lidiane disse...

Adão.
Peloamor, que coisa mais linda.
E sabe... eu AMO essa imagem de Dali. Sabia que tenho ela aqui no computador? Estava guardando pra um post especial.
De novo, esse texto é tão recheado de nostalgia. De nem sei, que fiquei com o coração apertado só de ler.

Saudade do meu amigo muito querido.

Beijo, beijo e beijo.

Adão Flehr disse...

Lidi,
Como vc costuma dizer, aqui segue o comentário para o comentário:

Nao vale!!! vc é amiga... (plagiando-te, mais uma vez...)

Ainda assim, fico contente que tenhas gostado, é importante sentir a receptividade de pessoas queridas, como vc, pois, é como se eu estivesse recomeçando isto aqui...

Quanto à imagem, use-a para o seu post especial, ela estará bem melhor acompanhada!!! vou aguardar ansioso para ler..

As saudades são recíprocas!
Beijos

Lidi disse...

Você é o meu Adon preferido.

Beijoca, viu?
Nocê e nos meninos mais lindos do universo.

Eliana disse...

Quanta beleza Adão Flehr! Digno de você!
Que bom que voltou! Não nos deixe tanto tempo sem toda essa poesia!
Bom, para mim aconteceu algo hoje, algo antigo e sempre renovado. E tão belo quanto seu texto!
Beijão

LÉA MARTINS disse...

Adão,
Bravo, lindo, emocionante!!!! Digno de vc, como disse a eliana!!!
Feliz por teu retorno!!!!

sds / Léa

Edson Marques disse...

E era Gala na janela...

Adão,

teu poema de hoje encanta, em todos os Sentidos!


Abraços, flores, estrelas..

Rossana disse...

SLAP SLAP SLAP.. e, de pé, como se aplaude aos grandes espetáculos, as grandes interpretações e as grandes criações!!
Certamente, amigo Adão, no seu sangue corre poesia pura, que se mistura com a escrita perfeita. Sensibilidade é o nome dessa obra que é construída por vc.
Que orgulho!!!!

Acrescento apenas que, não acontecer nada de novo, nesse caso, foi repetir toda a beleza, competência e maestria que é peculiar a tudo o que vc escrve.
Adoro vc.

Beatriz Mendes disse...

Adãozinho!!!

Não imagina quanta saudade e tamanha satisfação de ter ler novamente! E ainda por cima, tão inspirado!

beijos,
Bia

ANA SEABRA disse...

Adão!!!!!

Nem me avisou que tinha texto novo!!! Depois de séculos, já estava na hora!!
Mas valeu a pena, é tão lindo este sentimento... Dá um nó, mesmo...


Beijos,
Ana

CRISTIANE LINS disse...

E ela retornou?
Demorou!!!! Mas voltou com a sensibilidade aguçada e pungente!

Muito bom te ler de novo.

beijinho

ana paula disse...

Adorei tudo: seu novo texto, novo visual!
Tava com saudade!

Rê disse...

Oi! que surpresa encontrar algo novo hoje!
Lindo o seu poema, de arrepiar!
beijosssss

Lívia disse...

Adão,

Bom retorno, lindo texto!
Nada como o tempo para curar antigas feridas.

beijo,
Lívia

MARCELO disse...

Adão, se "ela" retornou eu não sei, mas gostei do seu retorno.

abs,
Marcelo

Lidiane disse...

Passei pra deixar beijo.
Procê e pros pimpolhos mais fofos da terra.
Os 4.
;)

LORENA disse...

Oi Adão!!
Que bom te ler de novo! Que belo poema!
Muita luz para você!

SAMARA DIAS disse...

Querido, publicou texto novo de fininho, nem avisou às antigas amigas...
Mas um passarinho me contou e passei aqui! Adorei seu poema, tão belo e tão triste!

um beijo!

Postar um comentário

As opiniões aqui postadas são de responsabilidade de seus autores. O Autor do blog somente se responsabiliza pelo conteúdo publicado e assinado pelo próprio.