quarta-feira, 21 de junho de 2006

Giramundo, gira a bola

Gira o mundo em inexorável azul, girando a roda do tempo e dos costumes. Algumas coisas não são mais como eram antigamente, outras surgem com o frescor da novidade e outras vão demorar (ainda) a mudar.

Neste mês de Junho que testemunha o final de mais um outono, gira a bola na Alemanha, giro acompanhado com fervor por dois terços do planeta, em especial por nós brasileiros, que dele fazemos nossa válvula de escape, nossa “terapia coletiva de nação”, nosso expurgo para nossos traumas e frustrações “terceiro mundistas”.

Como gosto de futebol, tento acompanhar, ainda que sem o entusiasmo de antigamente, este campeonato organizado pela FIFA, instituição caduca, fisiológica e sem credibilidade que troca votos por participação na copa de países menos afeitos ao futebol, que (suspeita-se) negocia resultados de copas em troca de vantagens políticas e financeiras, que por ser a entidade reguladora deste esporte, atravanca as mudanças, mantendo as regras criadas há mais de um século, quando o esporte não era nem esboço do que é hoje. Contudo, atualmente, como em Roma há séculos, o povo não quer saber o porquê nem de que forma chegaram os cristãos na arena junto aos os leões. O povo quer é sangue, não é mesmo?

Incrível o mecanismo de busca do google, “novidade” admirável de nossa época. Através dele, nesta semana várias pessoas acessaram este blog, por estarem procurando por “textos sobre a copa do mundo”, como eu tinha colocado esta frase no post anterior, chegaram aqui achando que iriam encontrar uma resenha esportiva... E haja sangue!

De minha parte eu gostaria de dizer que antes de questionarmos se Ronaldo ou Adriano deveriam sair do time e se Robinho ou Juninho ou qualquer outro deveriam entrar, o grande questionamento é: quem colocou novamente o Parreira para dirigir o time? Este senhor pode ser um excelente cidadão e ser humano, contudo, como treinador é ignóbil. Com ele ganhamos a copa mais feia que disputamos (o tetracampeonato de 94), sem qualidade, sem emoção, sem coração... e estamos vendo uma reprise deste jogo feio agora em 2006. “Como formar equipes vencedoras” dever ser o livro de humor de cabeceira do Felipão nesta copa.

Eu concordo com uma frase que li nesta semana, atribuída a Fernanda Young, talentosa escritora, que diz o seguinte: “ As pessoas falam: - ih, Coitado do povo brasileiro, ele merece esta alegria de ganhar a copa do mundo! ...Mas na verdade o que o povo brasileiro merece ganhar é vergonha na cara!

Pois é. A CPI dos bingos foi encerrada ontem, inocentando a cúpula do Pt... As facções criminosas continuam dando mostras de poder, fechando o comércio, comandando rebeliões em presídios, queimando ônibus, nas principais capitais do país... As pessoas ainda morrem ou são feridas por balas perdidas em seus trajetos cotidianos ou mesmo em casa... Milhares de pessoas morrem como o músico dos Detonautas no Rio de Janeiro, em assalto a carros...A saúde pública é símbolo de desrespeito e descaso... O nosso PIB está bem abaixo do aferido à Índia...Segundo todas as pesquisas, o presidente Lula, deverá ser reeleito em primeiro turno... realmente, algumas coisas ainda demorarão a mudar.


p.s. Lidiane, “peguei emprestado” o “seu giramundo”, para enfeitar o título deste post, tá?

10 comentários:

Alex Ferreira disse...

De que adianta sofrer por algo que não irá adiante ? O nosso povo precisa amadurecer como nação e a saída é a educação, trabalho para agumas gerações.

abraços,

Tamara disse...

O futebol é uma amostra do que o povo brasileiro é capaz.

Nem eu e nem ninguém está afim de mudar alguma coisa no país, não é mesmo?! Se todos sabemos o que deve ser mudado, por que não mudamos? Por que declamamos que não deve ser jogado lixo no chão, se não temos a coragem de recolher o que já está no chão?

A resposta seria: os podres poderosos é quem lideram? Se é assim... então, nos resta sentar e assistir ao jogo do Brasil, com ou sem emoção {como dizem os potiguares!}.

O problema não é falta de educação, de comida, de dinheiro, de cultura... para mim o problema é o conformismo do brasileiro, é a falta de energia. É a falta de "NÃO ESTÁ BOM? VAMOS MUDAR" nem que para isso leve léeeeguas de anos.

Sabe, Adão, eu ODEIO quando falam mal do Brasil. Eu ODEIO quando fico ciente de alguma reportagem onde mostra que só HÁ CIENTISTAS estrangeiros na Amazônia. Eu ODEIO quando as pessoas batem palmas ao finalizar o hino nacional. Eu ODEIO tantas e tantas outras coisas. Mas o que eu faço? NADA.

Amplexos.

Adão Flehr disse...

Tamara,
Na minha opinião, o futebol não é a única nem a melhor amostra do que o brasileiro é capaz. Um país de Andrades, Rosas, Portinaris, Tarsilas, Niemeyers, Fernandas, Cacildas, Marias Claras, Ayrtons, Marias Ester Bueno, Chicos, Miltons e Caetanos, dentre tantos, não pode tutelar-se a Ronaldões e Ronaldinhos, exclusivamente. Nós somos um povo ímpar, predestinado a algo de muito bom, depende únicamente de nós, de QUERER, do primeiro gesto. Contudo, a primeira mudança é a interior, mesmo.
Acredito sobretudo em jovens como vc, com o calor e a paixão de suas palavras para enriquecer esta discussão e com gestos e palavras, fomentar a mudança.

B-joos,

Tamara disse...

Com toda certeza não é {deveria colocar como sendo uma pequena amostra}. Entretanto, é a mais conhecida mundialmente... eeeitcha povo BÃO esses que você citou, hein?

.......
HUNF. Sabe o que eu lembrei? Dos acontecimentos de minha vida. Daquele mundinho interior, mesmo. Pois é, eu tenho tanta sede que querer mudar o que está errado e lisonjear o que é certo que parece que o Universo conspira para que isso aconteça. Não sei se é coincidência, mas acontece. Esta "coisa" é um dos motivos do meu estado feliz.

Ixi, escrevi demais. Sempre que venho aqui, escrevo demais. Deve ser porque me sinto à vontade {rs}.

.......
Ah! Cheguei agora de um encontro de artistas anônimos {rs}. Como foi gostoso: poesia, canto, barbatuque, conto etc!!!

Estou com a alma PURAMENTE LEVE.

B-joooo.

Léa Martins disse...

Adão,
Eu estou torcendo e sofrendo feito uma louca !!! mas sei que muitos políticos usam este frisson para ferrar ainda mais a gente !!!

abs / Léa

Anônimo disse...

Ainda falta para nós brasileiros a conscientização de todos nossos direitos e deveres, mas a torcida e a vibração em torno da conquista em uma copa do mundo é emoção única que povo algum possui.

Abraços

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lidiane disse...

Pegou emprestado?

Risos!
Ele é todo seu.

E de volta, ganha um beijo GIGANTE GIRADOR.

Beijo, menino pensador!

Anônimo disse...

I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

Anônimo disse...

Hi! Just want to say what a nice site. Bye, see you soon.
»

Postar um comentário

As opiniões aqui postadas são de responsabilidade de seus autores. O Autor do blog somente se responsabiliza pelo conteúdo publicado e assinado pelo próprio.