sexta-feira, 31 de março de 2006

Qual é a idade do céu?

"Certas canções que escuto, cabem tão bem em mim, que perguntar carece, como não fui eu que fiz..."
(Certas canções; Milton Nascimento/Tunai)


Este é o meu exato sentimento no momento em que escuto "A idade do Céu", na voz de Zélia Duncan e Simone, versão inspiradíssima de Paulinho Moska, um dos melhores letristas de nossa atual MPB.
Abaixo transcrevo a letra, belíssima, que faz viajar:

Não somos mais
Que uma gota de luz
Uma estrela que cai
Uma fagulha tão só
Na idade do céu

Não somos o que queríamos ser
Somos um breve pulsar
Em um silêncio antigo
Com a idade do céu

Calma
Tudo está em calma
Deixe que o beijo dure
Deixe que o tempo cure
Deixe que a alma
Tenha a mesma idade
Que a idade do céu

Não somos mais
Que um punhado de mar
Uma piada de Deus
Ou um capricho do sol
No jardim do céu

Não damos pé
Entre tanto tic tac
Entre tanto Big Bang
Somos um grão de sal
No mar do céu

Calma
Tudo está em calma
Deixe que o beijo dure
Deixe que o tempo cure
Deixe que a alma
Tenha a mesma idade
Que a idade do céu
A mesma idade
Que a idade do céu

(A idade do céu; versão: Paulinho Moska)

6 comentários:

Lidiane disse...

Adão.
Desde sempre gosto de Zélia Duncan.
E, gostei da combinação de Simone com ela.
Essa música é muito linda. Muito, muitão.

Beijos pra você.

Dom disse...

isso de uma letra tanto identificar-se conosco é interessante. acho que isso é o que diferencias as artes do resto.

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Hi! Just want to say what a nice site. Bye, see you soon.
»

Anônimo disse...

I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

Van disse...

Ai, ai viu?
Eu simplesmente AMO Paulinho Moska.
E AMO essa música!!!!

Teu gosto é impecável, né?
Por enquanto não vi nada de ruim...

Continuo percorrendo tudo....
Beijuca

Postar um comentário

As opiniões aqui postadas são de responsabilidade de seus autores. O Autor do blog somente se responsabiliza pelo conteúdo publicado e assinado pelo próprio.