sábado, 18 de fevereiro de 2006

Quintana e o tempo

Há o tempo de submergir e o tempo de emergir... e há o tempo de Quintana, o meu tempo atualmente.
Recebi este texto de alguém que cansou de correr atrás das borboletas... e finalmente achou quem a estava procurando.


Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa,
você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não
quer nada com você,
definitivamente, não é o homem ou a mulher da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a
gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas....
É cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas
quem estava procurando por você


(O tempo, Mário Quintana)

5 comentários:

Tamara disse...

Nem fazer esta pessoa precisar de você, também é importante.

----------

Minha mãe que diz: "Deixe as borboletas se aproximarem...", ainda bem que os segredos foram feitos para serem compartilhados.

----------

Aiaiai, como é lindo este texto de Quintana. Só espero que o tempo me espere *rs.

----------

Beijoooos e até.

andreia disse...

Parabens adorei teu blog os
textos são lindos


um beijo de!
Andréia Flehr

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

Postar um comentário

As opiniões aqui postadas são de responsabilidade de seus autores. O Autor do blog somente se responsabiliza pelo conteúdo publicado e assinado pelo próprio.