domingo, 2 de dezembro de 2007

Interlúdio


Heads ans hands, Picasso


Quanto ainda demorará o próximo porto,
o próximo vôo,
a próxima parada,
a próxima estação...

Quanto ainda faltará para o meio-dia,
o meio da rua
a meia-lua
a meia-noite...

Quanto ainda restará para o fundo do pote,
o fundo da garrafa
o final da taça
o final do mote...

Quanto ainda demorará contarmos todas as estrelas,
preenchermos todo o espaço
percorremos todo o caminho...

Quanto ainda faltará para romper-se a casca,
brotar do solo
desabrochar em flor...

Quanto ainda restará para o retorno pródigo do filho,
a volta da primavera
para voltarmos a sorrir...

Quanto ainda demorará para que a fome seja saciada,
a sede, satisfeita
o espírito, apaziguado...

Quanto ainda faltará para a última dança,
a última moda
o último tango
o último beijo
a última lágrima
o último desejo
o soluço derradeiro
o último selo...

Em que se encham sobremaneira as nossas medidas
e o velho tosco dê lugar ao inusitado novo...

Em que as manhãs tragam-nos mais do que
apenas doces esperanças...

em que todos os natais e anos novos
- todos os dias -
sejam sem fome...
sem demagogia...
sem vácuo...
sem desamor...

Em que viveremos eternamente
o resto de nossa eternidade

e o "homem velho" seja substituído definitivamente
por um novo homem...

em que a vida seja compreendida
- em sua totalidade –
com a simplicidade de um recém-nascido...

Em que colocaremos, enfim,
a felicidade
em uma prateleira , ao alcance de nossas mãos...



p.s. Reedição. um dos primeiros textos que eu publiquei aqui.
Está tudo bem. Apenas muito colo e carinho reclamado... muitas noites insones...
Agradeço aos que deixaram recados ou ligaram, e também aos que apenas permaneceram em silêncio.
A todos vocês , dedico este post. Por vocês, senti uma falta incrível de “estar por aqui”... O carinho e atenção de vocês é um bálsamo...
Prometo voltar a postar com mais regularidade e também voltar a visitá-los...

Saudades.


12 comentários:

Rossana disse...

Para mim,
O mais belo de todos!!!
Simplesmente TUDO...
Beijos
Saudades

Eliana disse...

Saudades imensas Adão!!!!
Lindo poema. Beijosss

Van disse...

Saudades também, Flehr
Também andei sumida. Muita coisa aconteceu. Passei por tempestades, furacões e inundações. Sobrevivi? Por enquanto apenas isso. Uma sobrevivência automática e periférica.

Mas ler-te é recuperar-me um tanto.
E voltar pra mim, recolhendo mais um pedaço.

Saudades mesmo.
Beijucas

PS: Tô indo tocar no Rio. Chego na sexta-feira. Se puder e quiser ver o show, me manda um e-mail que te mando telefone e combinamos algo. Alguns blogueiros vão me ver. Se quiser, ligue-me.
Bye.

Lidiane disse...

Nossa Adão, esse eu não conhecia e gostei muito.
Digno de ser publicado. Mesmo!

Mas, acho que não falta muito. A felicidade já está ao alcance das nossas mãos.
Basta estendê-las.
A questão é: por que ainda não fizemos?

Beijos pra vocês, pros pimpolhos mais lindos e pra princesinha.

LÉA MARTINS disse...

oiiiee! saudade imensa de vc e daqui!
E promessa é dívida, tá bem?

bjs / Léa

Claudinha disse...

Olá, também estive muito ausente e espero que esteja tudo muito bem. Lindo seu poema, quanto ainda faltará? O tempo é algoz e mestre, tudo tem seu tempo certo... resta-nos esperar para ver... Beijos!

david santos disse...

Passei para desejar-lhe um bom final de 2007 e um bom ano de 2008.

Aproveito para LHE pedir que participe na blogagem colectiva que se realiza amanhã, dia 17, em prol da menina Flávia

Eliana disse...

Continuo com saudades! Beijosss

Vera F. disse...

Adão, passando para desejar um Feliz Natal para vc e sua família!

Que 2008 venha supimpa!

Bjos.

Fernanda Passos disse...

Um natal e Ano Novo repletos de realizações e força p enfrentar as vicissitudes da vida.

Abraço!
Beijo grande

adam brown disse...

hello, i emailed you but got an error. anyway here's the reg cleaner i uses, this shit is good, don't stay without protection!

Simplesmente Outono disse...

Apenas uma palavra a ser dita: S-A-U-D-A-D-E!
Folhas secas pelo teu chão sempre.

Postar um comentário

As opiniões aqui postadas são de responsabilidade de seus autores. O Autor do blog somente se responsabiliza pelo conteúdo publicado e assinado pelo próprio.