domingo, 28 de maio de 2006

Cegos nós

A ti não darei
nem mais um segundo
de meu tempo,
nem mais uma nesga
de minha alegria,
nem mais uma gota
de minha lágrima,
nem mínimo alqueire
de meu coração...

Acabou então, agora,
neste instante, e de há muito
só não havíamos notado
o cadáver em nossas mãos

para que velório, cerimônia
enterro, crematório
neste sepulcro hipócrita
denominado casamento,

simulacro de vida,
feto irrealizável,
corvo em meu ombro,
túmulo do amor

É chegado o momento
em que as duas pontas,
então entrelaçadas,
apertam o vazio,
sufocam o passado,
como cegos nós,
cada uma para diferentes lados

O que inexistia toma forma
e se torna insuportável:
o nojo, o enjôo,
o asco, recíproco e inexorável

escorrem pelas paredes e vísceras,
a culpa é multiplicada, nunca dividida
e somada por cada um,
computada ao outro

Quem deitou sementes de engano
em solo inadequado?
quem jogou sementes de mentira
em terreno arenoso?
Como fomos cegos, nós, ao acreditar
que de semeadura desditosa
viríamos ao acaso colher amor...

11 comentários:

Lidiane disse...

Adão.

Nem tenho, sinceramente, o que dizer.
Melhor ficar em silêncio e pensar sobre seu texto.

LÉA MARTINS disse...

separaçao sempre dóooooooiiii muito!!!
mas seu poema é lindo!!

bjs/Léa

Tamara disse...

Pior é quando nos cegam, nem creio muito no velho provérbio.

Mas eu comecei a ler e parecia que você estava olhando nos meus olhos e relatando o que via. O nó ainda está entalado {rs}.

Amplexos.

Tamara disse...

Não, não quero que pense que duvidei de você. Sou eu quem duvido de mim mesma. Já me acostumei a largar a batalha pela metade, dar as costas e iniciar uma outra sem entender o porquê e abandoná-la pela metade, como uma rotatória {rs}. Por isso, fico desacreditada.

E, com certeza, somos incentivadores mútuos.

Adão Flehr disse...

Tamara,
mas acredite e siga em frente! eu torço por vc!

---
Eu tbm já fui assim: ex-músico, ex-administrador, agora eu tento ser um ex-critor!!! (argh, esta foi horrível)//

Bjos,

Tamara disse...

hehehehehehe...

Entendi.

exECELENTE-escritor {teclado falhou aí, é?}.

Alex Ferreira disse...

Caro Adão,
Estou passando para ler suas prosas e poesias. Gostei muito de seus textos, especialmente deste aqui, é mesmo forte.

um abraço

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»

Anônimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»

Van disse...

Forte. Intenso. Triste. Findo. Doloroso. Ferido. Raivoso. Vingança. Rasgado. Veneno. Luto. Caverna. Recolhimento. Esperança. Vida. Chance. Novo. Renascimento. Liberdade. Amor. Profundo...

Lindo!!!

Beijos. Beijos. Beijos.

Postar um comentário

As opiniões aqui postadas são de responsabilidade de seus autores. O Autor do blog somente se responsabiliza pelo conteúdo publicado e assinado pelo próprio.